Você quer fazer parte da nossa lista VIP e receber conteúdos exclusivos?

Os 8 tipos de vampiros emocionais: Como impedir que eles afetem a sua vida e destruam a sua autoestima

Escrito por: Áquila Adler em 17/12/2017 - Categoria: Desenvolvimento Pessoal - Atualizado em 17/12/2017 - Seja o primeiro a comentar
Compartilhe:

EBOOK GRATUITO

5 maneiras de desarmar um vampiro emocional

Baixar ebook

Você já ouviu falar dos vampiros emocionais?

Eles são pessoas que roubam a sua energia e autoestima, seja no trabalho, na universidade ou em qualquer outro lugar. A impressão é que basta elas estarem por perto que todo o seu dia piora.

Você já conheceu alguém assim?

Continue lendo esse artigo para saber:

  • A real definição de um vampiro emocional;
  • Quais os 8 tipos de vampiros emocionais;
  • Como se livrar deles;
  • O que fazer quando você não pode se livrar deles;
  • e Como impedir que eles se aproximem de você.

Explicando com detalhes o que é um vampiro emocional

vampiros emocionais

Um vampiro emocional é alguém que suga a sua energia, de forma que ele piora a sua autoestima enquanto aumenta a dele.

Na maioria das vezes é um chefe que grita com você, uma namorada que só te entristece, um amigo que sempre te coloca para baixo, até mesmo parentes que fazem questão de menosprezar quem você é.

Qualquer pessoa que, por culpa dela e não sua, te faz se sentir mal emocionalmente pode ser considerada um vampiro emocional.

Entretanto, não saia por aí acusando ninguém disso. Em cada situação é necessário avaliar se o problema está realmente na outra pessoa ou em você.

Quais os 8 tipos de vampiros emocionais

Existem diversos tipos de vampiros emocionais. Eu os reuni em 8 categorias para você entender melhor.

A vítima

vítima

“A vítima” é aquele tipo de pessoa que sempre está desabafando contigo. Mesmo que tudo esteja perfeito, ela ainda encontra uma motivo para reclamar do que está acontecendo.

É claro que “a vítima”, na maioria das vezes, não tem a intenção de te prejudicar, mas a aura de negatividade dela acaba te deixando para baixo e muitas vezes chateado.

Não se engane, é claro que existem pessoas que realmente passam por dificuldades e precisam de um ombro amigo, mas quando essa pessoa nunca para de reclamar e faz com que isso te afete, está na hora de rever a proximidade com ela.

Entretanto, se você gosta bastante da pessoa que é vitimista e não quer necessariamente se afastar dela, aconselho a leitura do artigo O Complexo de Vítima, da psicóloga Ana Paula Amaral.

O narcisista

narcisista

Como o próprio nome já diz, o narcisista é aquela pessoa que se ama tanto, que acaba prejudicando outras pessoas por pensar apenas nela mesma.

Esse tipo de vampiro emocional é encontrado em praticamente todos os ambientes e, na maioria das vezes, não pensaria muito, antes de te prejudicar para reafirmar as próprias conquistas.

Normalmente o narcisista está sempre se gabando das viagens que fez, dos projetos que concluiu e das mulheres que “pegou” (se for homem) ou dos homens que rejeitou (se for mulher).

O perfeccionista

mesa arrumada

Dentre os vampiros emocionais, esse é um dos mais irritantes. Para ele, o seu trabalho nunca está perfeito e ele vai sempre se meter onde não é chamado para emitir uma opinião:

“Ah, mas se você fizesse isso… com certeza ficaria melhor, mas é só a minha opinião.”

Entretanto, tome cuidado com os julgamentos. Nem sempre uma pessoa perfeccionista é um vampiro emocional. Ela só passa a ser, se começar a prejudicar outras pessoas por causa disso.

Há quem seja perfeccionista, mas apenas consigo mesmo, deixando os outros confortáveis com o que fazem.

O sarcástico

sarcastico

Com sua personalidade afiada, piadas bastante incisivas e pitada de humor negro, o sarcástico tende a ferir o sentimento de outras pessoas com brincadeiras de mal gosto.

Normalmente esse tipo de pessoa é sempre irônico e pega muito pesado nas coisas que diz. Dependendo da sua facilidade em ser ofendido, você logo nota que deve se afastar dele.

Só não ache que toda pessoa engraçada é um vampiro emocional sarcástico, afinal, estamos falando daquele que usa o “humor” para magoar outras pessoas.

O fofoqueiro

fofoca

Eu não preciso falar muito a respeito desse, não é? Você já deve ter encontrado vários durante a sua vida.

O fofoqueiro é aquele vampiro emocional que ora é um vilão abertamente, ora se disfarça de herói. Sempre que ele pode, está falando de outra pessoa com um certo descaso:

“Você acredita no que fulano fez? Ele ainda falou mal de você… mas só estou te dizendo isso porque você é meu brother!”

É preciso tomar bastante cuidado com o fofoqueiro porque, na maioria dos casos, se ele conta fofocas para você, ele com certeza fala de você para os outros.

O furioso

raiva

O nome é autoexplicativo. O furioso é aquele que está sempre com raiva, chateado ou irritado com algo. Ele sempre está a beira de um ataque cardíaco e tanta negatividade torna insuportável o ambiente perto dele.

Esse tipo de vampiro emocional é encontrado, na maior parte das vezes, no trabalho e em casa.

O perigo de ter ele por perto é você absorver o mesmo tipo de mentalidade e acabar se estressando junto. Por isso é importante saber se proteger dele, o que veremos mais abaixo nesse artigo.

O passivo-agressivo

silencio

Esse, para mim, é um dos piores tipos de vampiros emocionais. O passivo-agressivo é parecido com o furioso, a diferença entre eles é que o furioso mostra que está com raiva e o passivo-agressivo não.

É perigoso estar perto desse vampiro emocional justamente por ele ser cínico ao ponto de poder te prejudicar mesmo com o sorriso de santo no rosto.

O híbrido

O híbrido é o “rei” de todos os vampiros emocionais.

Basicamente, ele é a mistura de dois ou mais tipos de vampiros.

Pode ser um narcisista/vítima, um perfeccionista/sarcástico, um fofoqueiro/furioso ou até mesmo a junção de todas as características que te listei nesse artigo.

Esse definitivamente é o mais perigoso por beirar praticamente a sociopatia.

O que fazer para se livrar dos vampiros emocionais

A maneira mais lógica de se livrar deles é eliminando toda e qualquer forma de contato.

Se a presença daquela pessoa te afeta negativamente, o óbvio é você não se aproximar mais dela e viver a sua vida com quem apenas te traz paz.

Não tem segredo. Não tem dica secreta. Não tem conteúdo mega blaster exclusivo… É isso, se afaste.

“Áquila, mas é só isso?”

Sim, é só isso.

Mas eu sei, amigo, que nem sempre é possível se afastar desse tipo de pessoa, afinal, ela pode estudar, morar ou trabalhar contigo.

Nesse caso, a sua estratégia tem que mudar.

O que fazer quando você não pode se livrar dos vampiros emocionais

triste

Nas situações em que o vampiro emocional está presente na sua rotina, a melhor estratégia para não deixar ele te afetar é: Diminuir os vínculos com ele.

Por exemplo, se o vampiro estiver no seu trabalho, evite ao máximo pedir algo para ele e se possível mude o seu local de trabalho para uma mesa um pouco mais longe.

Outro exemplo, se o vampiro estiver na sua casa, evite ficar muito tempo no mesmo cômodo e fale apenas o necessário (sem ser rude).

E um último exemplo, se o vampiro estiver na sua universidade, apenas se afaste dele e quando precisar fazer trabalhos em grupo, faça com outras pessoas.

O seu objetivo deve ser falar apenas o essencial com essa pessoa e nada além disso.

Como impedir que os vampiros emocionais se aproximem de você

Falando apenas o necessário, como eu disse anteriormente.

Eu sei que há uma cobrança interna dizendo que devemos ser sociáveis e simpáticos, eu não discordo disso, mas se uma pessoa te faz mal, não há porque dar atenção.

Só não seja ignorante ou grosseiro com ela, afinal, você não deve tratar mal ninguém.

O ponto que quero que você entenda com tudo isso, é que na maioria das vezes, os vampiros emocionais só te afetam porque você permite, porque você está lá perto deles constantemente, porque você os procura ou porque deixa eles te procurarem.

A melhor maneira de impedir que eles se aproximem de você é sendo confiante o suficiente para dizer “não” quando for necessário.

E se você for um vampiro emocional?

chuva

Me permita ser um pouco indelicado com você agora…

Se você chegou até esse artigo é porque provavelmente tem um vampiro emocional te incomodando. Eu acredito que depois do que leu aqui vai ser mais fácil enfrentá-lo e reconquistar a sua autoestima.

Entretanto, Já parou para pensar, por algum segundo, que você pode estar sendo um vampiro emocional para alguém?

Sério! Já parou para pensar nisso?

Antes do final desse artigo eu quero te pedir para não apenas avaliar as atitudes das outras pessoas, mas as suas também.

Não adianta buscar ter uma vida tranquila e feliz se para isso nós machucamos outras pessoas também, não é?

Faça uma autoanálise, meu amigo.

Conclusão – Recapitulando o artigo sobre os 8 tipos de vampiros emocionais:

Nesse artigo nós aprendemos sobre os 8 tipos de vampiros emocionais, são eles:

  • A vítima;
  • O narcisista;
  • O perfeccionista;
  • O sarcástico;
  • O fofoqueiro;
  • O furioso;
  • O passivo agressivo;
  • e o híbrido.

Além disso, nós vimos:

  • O que realmente é um vampiro emocional;
  • O que fazer para se livrar deles;
  • O que fazer quando não é possível se livrar deles;
  • Como impedir que eles se aproximem de você
  • e uma pequena reflexão se estamos sendo ou não o vampiro emocional de alguém.

Eu espero que esse artigo tenha te ajudado.

Forte abraço!


Por último, antes de você ir embora, eu criei um ebook que talvez seja do seu interesse, veja abaixo:

EBOOK GRATUITO

5 maneiras de desarmar um vampiro emocional

Baixar ebook

Compartilhe:

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário para esse artigo. Faça isso antes que outro faça.

Deixe o seu comentário!











Importante

Todos os padrões de comportamento descritos nesse blog e nas diversas mídias sociais se referem a homens e mulheres héteros adultos; e demonstram como pessoas de diferentes sexos funcionam na maioria dos casos. Não negamos que existam exceções.

Esse projeto não faz apologia ao machismo ou a diminuição de um gênero em relação ao outro, bem como não apoia nenhuma causa política.